A Story Beyond the Store

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Amor e Sapato



  Todos nós já sabemos da importância que o amor tem em nossas vidas. O que muitos não sabem, é que o amor é mais leve do que imaginamos e mais trabalhoso do que pensamos. Bom, essa é a minha visão.  
Nunca acreditei em príncipe encantado e quando mais nova, adorava colecionar sapos. Acho que o amor exige dedicação, a famosa história de regar a plantinha é verdadeira. Tudo aquilo que é deixado de lado, de lado fica.Isso pode incluir a porta da sua vizinha. Mas o amor não é para ser pesado, nem medido e muito menos forçado. Tem que vir para somar, estar apto a dividir e infinito para recomeçar. Amor e sapato não combinam. 
O sapato você usa, quando quer e na ocasião que quer. O amor não.
O sapato aperta, incomoda e você tira, joga fora. O amor permanece.
O sapato sai de moda, O amor não tem moda.
E, o mais importante de tudo: sapato serve como base para você pisar no chão. O amor não te quer dependente. O amor é humilde, prefere que você ande descalço primeiro, que conheça onde pisa. O amor chega de mansinho e sopra no ouvido que você nunca deve sobrecarregar o outro, com a ingrata responsabilidade de te fazer feliz. Seja feliz primeiro, para depois ser feliz com alguém. O sapato, você compra apenas para dançar a ritmo da vida...

*peças de crochet- inspiração